Marcadores

segunda-feira, 2 de março de 2015

Comentário crítico sobre o armazenamento de informações na Internet

(fonte da imagem: http://logisticanahotelaria.blogspot.com.br/2012/05/logistica-na-hotelaria.html)

Olá a todos!

Encontrei uma reportagem na Internet sobre a qual vocês precisam debater. A reportagem trata de um tema muito importante para todos nós neste século: o armazenamento de informações na Internet. Definitivamente, vocês não podem deixar de praticar este tema!

Como proposta de redação desta semana, sugiro que vocês escrevam um comentário crítico sobre a reportagem "Rumo a uma era digital obscura?" (disponível em: http://brasil.elpais.com/brasil/2015/02/27/tecnologia/1425053335_288538.html), Em seu texto você precisa abordar, necessariamente, os seguintes pontos:

1) O papel do indivíduo na administração de suas próprias informações disponibilizadas na Internet;

2) O papel das empresas que gerenciam as informações para o desenvolvimento de formas mais eficazes de armazenamento de dados.

AS QUATRO PRIMEIRAS REDAÇÕES POSTADAS NOS COMENTÁRIOS SERÃO CORRIGIDAS GRATUITAMENTE!
Boa escrita!

4 comentários:

  1. Não se pode pôr em dúvida que a característica marcante da sociedade contemporânea são os avanços tecnológicos e a dependência que eles geraram nos indivíduos. Assim, uma das preocupações atuais é se a era digital seguirá para um caminho obscuro da história, isto é, com o advento da internet e todo seu aparato virtual as informações passam a ser armazenadas nesse meio que futuramente podem ficar inacessíveis – seja por causa da deterioração dos dados, a obsolescência tecnológica ou qualquer outra razão.
    Para tanto, esse questionamento demonstra a subordinação do homem às tecnologias, ou seja, tudo aquilo que não for possível de estar no mundo virtual ou não for adequado aos avanços tecnológicos estarão perdidos na história. Porém, ao se analisar o registrar histórico, nota-se que boa parte do que conhecemos da história do homem foi passado oralmente, por exemplo, seis mil anos da história da Índia Antiga foi transmitida de geração para geração, assim como também um dos livros mais importantes da Grécia Clássica – Ilíada e Odisséia – foi escrito mais de 300 anos após a guerra de Tróia (fato histórico retratado no livro). Dado isso, é possível entender que mesmo com o artifício mais primitivo que seria a transmissão oral, as histórias dos nossos antepassados foram preservadas, contudo, as tecnologias e todo o processo midiático/propagandístico ao redor delas criaram as necessidades da qual o homem é subordinado.
    Ainda que, a obscuridade da Idade Contemporânea seja uma realidade distante, é necessário que as empresas que gerenciam as informações providenciem programas e sistemas que estejam adequados à possibilidade de recuperação de dados e informações. Atrelado a isso, o papel do indivíduo para manter as memórias por ele registradas impele uma conscientização maior, isto é, compreender que as tecnologias são ferramentas para uso auxiliar e não para substituí-lo.
    Em síntese, o avanço nas ciências tecnológicas melhorou a vida em sociedade, e é preciso utilizar esses benefícios para evolução do homem. A preservação da cultura, dos hábitos, das religiões e dos ensinamentos políticos é uma das coisas mais importantes na formação da sua história, e a internet pode ser mais um meio difusor e não apenas o único.

    ResponderExcluir
  2. - Sugiro que você reescreva o final do seu primeiro parágrafo desta forma: "inacessíveis devido à deterioração dos dados, à obsolência (você redigiu essa palavra incorretamente) tecnológica ou por qualquer outro motivo.";
    - Evite usar a palavra "coisa". Você poderia reescrever uma parte do último período desta forma: "é uma condição primordial para a formação da nossa história";
    - Fique atenta à concordância verbal e nominal. No segundo parágrafo, por exemplo, você deveria ter escrito: "seis mil anos da história da Índia Antiga foram transmitidos";
    - Estude os usos da vírgula. No terceiro parágrafo, ela é desnecessária após "ainda que";
    - Você escreve bem. É fundamental mostrar conhecimento sobre o tema e você, apesar de alguns erros de organização das ideias, defendeu o seu ponto de vista de forma clara e direta. Continue praticando no seu cotidiano e revise com mais atenção o seu texto para escrever cada vez melhor.

    Nota final: 800

    ResponderExcluir
  3. A verossimilhança da propriedade de informação

    Já em seu primeiro contato com a tecnologia, o ser humano, deparando-se com a flexbilidade e poder da novidade, desenvolve, com ela, intimidade. Desde a televisão, o indivíduo tende a confortar-se com o poder tecnológico (no caso da TV, de comunicação) e, assim, passa a a acompanhá-lo e confiá-lo. Com o surgimento da Internet, ainda mais versátil ao usuário, a situação se expande; e com o surgimento das redes sociais, um “espaço” poderoso é dado aos usuários, e a situação se agrava.
    Os conflitos dessa relação humano-tecnologia, submissiva e interdependente, entretanto, logo surge. Tecnologia de informação popular atualmente, os computadores (e, portanto, também os smartphones) estão cada vez mais intimamente ligados ao ser humano da era digital: neles, aparentemente, estão armazenados os documentos e as fotos de seu proprietário. Contudo, esse armazenamento não passa de uma verossimilhança muitas vezes: com o advento assolador da Internet e redes sociais, grande parte desse conteúdo passa a não ser mais armazenado no computador do usuário (um servidor local), mas em computadores administrados por, muitas vezes, grandes empresas.
    A informação, dessa forma, apenas aparenta estar no espaço do usuário e sob seu controle e cuidado; a existência dessa informação, na verdade, passa a depender de um computador remoto do qual não há administração por parte do usuário: os servidores de empresas como Facebook e Google. Há casos, inclusive, em que o backup (cópia de segurança) das informações, pessoais ou não, é feito em servidores na nuvem – a exemplo do serviço Dropbox -, isso é, transferindo a dependência mecânica de um disco rigído para um servidor fora de nosso controle.
    Ainda assim, nem sempre pode se associar falta de controle à ausência de privacidade e segurança. Empresas como Dropbox, que trabalham com backup de arquivos, buscam garantir segurança, privacidade e permanência aos arquivos. Já no caso de redes sociais como Facebook, é esclarecido que a permanência do conteúdo não é garantida, e que o conteúdo pode ser tratado com efemeridade em alguns casos. Basta ao usuário, portanto, estar a par de como o seu conteúdo é tratado tanto em seu próprio computador como na Internet (ênfase nas redes sociais), e realizar cópias de segurança (físicas – em CDs – ou virtuais) com frequência; afinal, embora “nas mãos de outros” muitas vezes, a informação é sua, e é igualmente sua a responsabilidade de gerenciá-la com cuidado.

    ResponderExcluir
  4. Pontos a melhorar:

    - Tenha cuidado ao apresentar com grande precisão certos pontos da sua argumentação sem alguma fundamentação que a fortaleça, como "Desde a televisão, o indivíduo tende a confortar-se com o poder tecnológico (no caso da TV, de comunicação) e, assim, passa a a acompanhá-lo e confiá-lo". O rádio, que surgiu antes da televisão, foi e ainda é um meio de comunicação influente;
    - Revise o seu texto com atenção para evitar erros gramaticais simples. Você se esqueceu, por exemplo, de colocar o verbo ser no segundo período do segundo parágrafo;
    - Estude os usos dos sinais de pontuação, principalmente o sinal de dois-pontos;
    - O seu conhecimento sobre o tema e análise não são um problema na sua argumentação. Contudo, é preciso que tenha mais cuidado com a forma como você apresenta as suas ideias. Você precisa aperfeiçoar a coesão e a clareza das suas ideias. Sugiro que você estude o uso das conjunções, dos sinais de pontuação, de expressões mais rebuscadas e dos parênteses na argumentação.

    Nota final: 600

    ResponderExcluir