Marcadores

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Proposta de redação sobre o combate à poluição nos grandes centros urbanos





Olá a todos!

Que tal escrever um pouco sobre questões ambientais?

Com base na leitura dos textos motivadores a seguir e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema O COMBATE À POLUIÇÃO NOS GRANDES CENTROS URBANOS, apresentando proposta de intervenção social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.



As três primeiras redações postadas nos comentários serão corrigidas gratuitamente.

Textos motivadores



16 comentários:

  1. No livro "1822", Laurentino Gomes diz que o Brasil de hoje deve sua existência à capacidade de vencer obstáculos que pareciam insuperáveis naquela época. De fato, várias conquistas, tanto no setor econômico quanto no social, fizeram com que o país tupiniquim buscasse nas adversidades o caminho para o progresso. No século XXI, outros desafios surgem com o advento da contemporaneidade. A poluição ambiental surge como consequência das ações irracionais do ser humano.
    Válido é apontar a situação enfrentada pelo Brasil. É imprescindível ressaltar que o país é extremamente urbanizado. Cerca de 80% da população vive no meio urbano. E essa característica contribui para o panorama caótico vivenciado pelos brasileiros: falta de mobilidade urbana, poluição, déficit habitacional e catástrofes ambientais. De acordo com o filósofo Nietzsche, o mundo moderno é marcado pelo caos. Ora, certamente essa reflexão não está equivocada diante da situação atual do país. Desse modo, não seria estranho o sentimento de indiferença da população em relação a tal questão?
    É imprescindível ressaltar, de modo categórico, que tal questionamento é afirmativo. Certamente, há uma imposição disfarçada do capitalismo; ou seja, para as grandes empresas o que realmente importa é a lucratividade. Seria muito viável que toda a população se dirigisse para o trabalho de transporte público coletivo, entretanto tal atitude enfraqueceria um dos maiores setores da economia do país: o automobilístico. Segundo Celso Furtado, caberia à burguesia mudar o caráter explorador do sistema capitalista na sociedade, porém essa camada da população nada faria, visto que o capitalismo era extremamente lucrativo. De fato, o sociólogo mantém-se vivo acerca de sua reflexão. Desse modo, não seria importante que o país passasse por mudanças como propôs o filósofo Aristóteles?
    Portanto, diante de tal problemática a resposta é elementar, e para que novos posicionamentos possam ser adotados é necessário que a Secretaria da Educação faça palestras - nas salas de aula, nas empresas e nos locais públicos - para que a população desenvolva uma maior consciência ambiental. Além disso, é viável que o Departamento de Trânsito implante o rodízio de placas em mais cidades, com a finalidade de diminuir a emissão de gases poluentes. E também é válido que a Secretaria de Cultura faça propagandas - na internet e nos outdoors - incentivando a reciclagem e a preservação ambiental. De acordo com Aristóteles: "A mudança em todas as coisas é desejável".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - Você escreve muito bem. O único ponto que ficou um pouco confuso foi a citação de Aristóteles. Para a frase "Desse modo, não seria importante que o país passasse por mudanças como propôs o filósofo Aristóteles?" ser bem compreendida, seria importante que você citasse anteriormente o que Aristóteles disse. Você explicou no final do texto, mas o ideal era ter dito anteriormente.
      Continue praticando!
      Nota final: 980

      Excluir
  2. Meio Ambiente: um panorama para o século XXI
    Com a 1º Revolução Industrial, o uso do carvão mineral galvanizou à energia necessária para o fortalecimento das grandes indústrias e mercados.Mas, a partir da 2º metade do século XX, a discussão sobre esse tipo de fonte não renovável condicionou medidas emergentes e significativas.Além disso, o consumismo, o desgaste ambiental,o aumento da frota de veículos e principalmente o problema residual do lixo nos grandes centros urbanos surtiu uma série de efeitos colaterais para a sociedade civil.Em vista disso,deve-se atentar por medidas e soluções a médio prazo para intervir nessa questão.
    Em primeiro plano, é importante salientar para o uso abusivo do meio ambiente no século XXI.Com o crescimento alardo das grandes cidades e a busca insaciável por recursos minerais e matérias-primas, a superprodução e a "liquidez" dos produtos comercializados conquistaram um dos principais fatores para a poluição.O despejo irregular de produtos e embalagens em rios,represas e mananciais contribuíram paulatinamente com a poluição ambiental,tornando-se a conscientização social um catalisador para essa problemática.
    É interessante reiterar ainda para o crescimento demasiado do tráfego de veículos nas cidades em todo o globo.Congestionamentos,imobilidade social e poluição atmosférica são os principais coeficientes que estimulam para a deterioração do meio ambiente, além de contribuir para o efeito estufa(fenômeno que protege a terra para que a radiação não penetre no planeta), propiciando a temperatura regular para os seres vivos,Por isso, o uso constante de automóveis prejudica o desenvolvimento ambiental e estimula a liberação trivial de gases poluente para à atmosfera.
    Nesse sentido,torna-se evidente,portanto,que o Estado, a ciência aliada a tecnologia e necessariamente á sociedade devem configurar medidas que beneficiem o bem-estar social.Assim, o Estado deve fortalecer políticas afirmativas ambientais para o uso consciente no descarte do lixo, e punindo os indivíduos que ousem desrespeitar essa medida,fortalecendo e beneficiando o respeito e o discernimento coletivo.Outra medida, é o investimento massivo no campo da ciência e tecnologia para produzir combustíveis á base de fontes alternativas renováveis como:biomassa,solar e hidráulica, já que não acentuam a poluição. Por fim, cabe ao individuo a conscientização plena dos perigos que a poluição possa gerar no futuro próximo,tornando-o um cidadão que respeite o meio em que vive e contribua para um panorama melhor para a organização social.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernando tu pode me explicar a diferença entre aspas, parênteses e travessão sucintamente em uma redação?

      Excluir
    2. Aspas servem mais para fazer citações da fala de outras pessoas e marcar ironias.
      O travessão e os parênteses têm a função de separar explicações mais específicas necessárias para a compreensão.
      Neste site você encontrará uma explicação mais detalhada sobre cada um desses sinais http://www.normaculta.com.br/pontuacao/. Qualquer dúvida é só perguntar.

      Excluir
    3. Correção da redação
      - Fique atento à regência de alguns verbos. Galvanizar, por exemplo, é transitivo direto. Dessa forma, a crase em "à energia" é desnecessária;
      - As aspas em "liquidez" podem ser retiradas sem prejuízo para o texto;
      - Fique atento à concordância nominal. Você deveria ter escrito, no penúltimo parágrafo "gases poluentes";
      - Estude os usos do sinal indicativo de crase, você a empregou inadequadamente na conclusão, principalmente por confundir com o acento agudo;
      - Você escreve bem. Só precisa estudar mais os usos do sinal indicativo de crase crase e pontuação para chegar à nota mil.
      Nota final: 900

      Excluir
  3. Hodiernamente, é divulgado nas mídias televisiva, impressa e digital acerca da poluição nos centros urbanos. Nesse contexto, as três Revoluções Industriais são fatores majoritários na construção desse problema: a primeira fomentou o consumismo; a segunda intensificou a utilização de matrizes energéticas poluentes; a terceira causou a obsolescência dos produtos e a conurbação urbana. A miscelânea dessas ações antrópicas culmina no panorama atual, que deve ser suplantado pelo Estado.
    Primeiramente, deve-se atentar para os elementos corroborativos com a patologia socioambiental em questão. Desse perspectiva, o crescente estímulo ao consumismo criou uma sociedade civil onde ter e ser já possuem significados intimamente atrelados. Além disso, os resíduos gerados por essa prática são descartados de maneira inadequada e destrutiva, que por sua vez, é agravada pelo pouco estímulo à tecnologia em prol da qualidade de vida nas cidades brasileiras.
    As consequências inevitáveis de tais circunstâncias são notórias. Ilhas de calor, contaminação e eutrofização de água potável pelo lixo e chuvas ácidas estão cada vez mais presentes na vida urbana. Sob essa ótica, a infraestrutura das metrópoles é capaz de piorar a qualidade de vida se não houver um Plano Diretor Urbano (PDU) adequado. No entanto, os aspectos que tangem à poluição são pouco abordados pelo municípios, quadro digno de sofrer reversão.
    É nesse ambiente pouco sustentável que as vias alternativas podem atuar. A ampliação da rede cicloviária, junto ao aprimoramento do biodiesel, são essenciais para coibir a emissão de poluentes no Brasil. Isso e associações de reciclagem a nível municipal, são um possível caminho para prevenir catástrofes a nível global.
    Por conseguinte, ante aos fatos mencionados, é inegável que poluição e qualidade de vida são antagônicos. Assim, é imprescindível a ação do Governo Federal para incluir normas ambientais mais abrangentes no PDU. Além disso, escola, comunidade e municípios devem agir em conjunto com projetos de reciclagem e palestras de descarte adequado do lixo sólido. Controlar tais fatores é essencial à longevidade da vida nas grandes metrópoles mundiais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - Redação impecável! Continue com este nível que conseguirá nota máximo no Enem e em outros exames do tipo vestibular.

      Nota final: 1000

      Excluir
    2. Obrigado pela correção professor, agradeço pelo seu projeto nesse blog! Grande trabalho, pessoas como você nos estimula a continuar melhorando!

      Excluir
  4. A poluição no mundo e um grande problema futuro, pois levara morte de muitas espécies e também uma grande poluição na água doce.assim deve ocorrer intervenções diretas do governo.
    muitas organizações internacional a favor da preservação do meio ambiente, mas um grande número de poluentes de inúmeras indústria são jogados em rios e áreas verde, esse resíduos muitas vez poluentes em alguns anos irá poluir solos e e ferir ciclos bióticos.
    Com o tempo além de modificação terrestre, ocorrem alterações no mar e rios de água doce, isso vêm ocorrendo principalmente na china onde 95% de lixo são jogados nos mares, causando decadente em ph nos mares e rios, com tempo essa diminuição de ph nas água será notadas, pelo simples fatos que essas água conter poluentes, causando donce em animais e seres humanos que utilizam .
    Portanto, vendo que em um futuro próximo, essa poluição trazerem uma modificação na terra, seguida de morte deve quem a organizações das nações unidas ONU, interveia em países que mais tem poluição,, gerando lei protegendo o meio ambiente.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. O preço do progresso
    Desde os primórdios do século XVIII a chamada era da revolução industrial trouxe grandes avanços para a humanidade. A criação da máquina a vapor e a utilização do carvão mineral fomentaram avanços significativos para a sociedade, facilitando o trabalho e economizando tempo, mas hoje, anos depois, podemos perceber as consequências nada agradáveis de tamanho progresso.
    Os resultados do desenvolvimento econômico desenfreado são visíveis, cada vez mais pessoas apresentam problemas de saúde como infecções respiratórias e cardiopatias, e cada vez mais cedo ficamos dependentes do sistema de saúde, o que muitas vezes o sobrecarrega e gera transtornos.
    É possível também perceber estes impactos com clareza no meio ambiente. As indústrias contemporâneas apontadas como principais agentes poluidores, despejam diretamente no ar gases poluentes como o monóxido de carbono e o dióxido de carbono, além de esgoto em rios e lagoas. Os milhares de carros em circulação também lançam na atmosfera diariamente grande quantidade de gases poluentes, fatores que contribuem para o aumento das chuvas ácidas, atenuação do efeito estufa, eutrofização das águas e consequente destruição do meio ambiente.
    Se faz portanto necessário a criação de campanhas para conscientização populacional mais eficazes, o controle mais rigoroso e fiscalização sobre empresas, e a obrigatoriedade do uso de filtros e catalizadores em indústrias e escapamentos de carros. Para que assim possamos criar uma sociedade desenvolvida e acima de tudo que concilie progresso e sustentabilidade.

    ResponderExcluir
  7. Ficaria muito grata se corrigisse obrigada :)

    ResponderExcluir