Marcadores

domingo, 24 de agosto de 2014

Proposta de redação sobre o ensino integral

(fonte: http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/ensino-integral-624070.shtml)

Olá a todos!

                As eleições são um momento democrático único. É um momento em que há um amplo debate sobre o futuro do país e quais devem ser as diretrizes tomadas para que o nosso país se desenvolva cada vez mais.
                Nesse contexto, são abordados temas atuais e complexos. Dessa forma, aqueles que querem conhecer mais questões atuais precisam ficar de olho nos principais temas debatidos pelos candidatos, pois são temas que envolvem questões sociais fundamentais para o Brasil, como a educação. Ademais, é uma grande oportunidade para ver como cada ponto de vista é defendido pelos candidatos.
                Assim, redija um artigo de opinião sobre o seguinte tema:

A AMPLIAÇÃO DO ENSINO INTEGRAL É FUNDAMENTAL PARA O DESENVOLVIMENTO DOS ESTUDANTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA?

As três primeiras redações deixadas no espaço destinado aos comentários serão corrigidas gratuitamente!

42% das propostas dos candidatos a governador incluem ensino integral

O ensino em tempo integral nas escolas estaduais é a promessa que mais se repete entre as propostas dos candidatos a governador nestas eleições, segundo levantamento feito pelo G1 em todo o país. Ao todo, 42% das propostas mencionam essa alternativa como uma das soluções para a educação em seus estados.
O G1 coletou as propostas dos candidatos aos governos dos 26 estados e do Distrito Federal em diversas áreas. Os temas variam de estado para estado e incluem educação, saúde, segurança, habitação, entre outros.
No assunto educação, as promessas mais mencionadas pelos candidatos foram o ensino integral (41,9%); valorização de professores, com redução de jornada de trabalho e aumento de salários (24,6%); e melhorias nas escolas, como reformas e construção de novas unidades (9%).
Segundo o Observatório do Plano Nacional de Educação (PNE), 4,9 milhões de estudantes em escolas públicas no país (de um total de quase 40 milhões) se matricularam em tempo integral no ensino fundamental – jornada escolar com sete ou mais horas de duração diária –, um aumento de 45% em 2013 em relação ao ano anterior.
A meta do PNE é de 25% dos alunos da rede pública no ensino integral em um prazo de 12 anos. Atualmente, são 13,2%.

DESAFIOS E POSSIBILIDADES DA EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL

Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDBN/1996, a Educação Integral é o aumento progressivo da jornada escolar na direção do regime de tempo integral, valorizando as iniciativas educacionais extraescolares e a vinculação entre o trabalho escolar e a vida em sociedade.
A proposta de se implantar uma política de Educação Integral partiu da análise dos baixos índices da educação básica. Surgiu, pois, da necessidade de melhorar a qualidade da educação, reduzindo o fracasso escolar e proporcionando às crianças e jovens novas possibilidades de se desenvolverem. É um novo desafio para a educação pública brasileira, levando em consideração que vivenciam-se tempos de mudanças. Além disso, há que se considerar a complexidade da vida social contemporânea e as muitas e diferentes crises – de diferentes características – que perpassam a educação em nível nacional. Sendo assim, a possibilidade de se desenvolver este projeto nas escolas públicas encontra algumas limitações que dificultam o processo.
Mas aos poucos a realidade da educação pública no Brasil começa a mudar. Muitas escolas brasileiras já oferecem a opção do período integral, um alívio para os pais, que cada vez mais precisam trabalhar o dia todo e não conseguem dar o suporte que os filhos precisam
para serem bem sucedidos nos estudos. Acredita-se que os alunos, passando mais tempo na escola, têm a possibilidade de receber um apoio pedagógico, orientação educacional e usufruir de toda a estrutura da escola. (...)
                Uma proposta de educação em tempo integral precisa ser bem estruturada e organizada, caso contrário, corre o risco de representar mais uma sobrecarga de trabalho para os profissionais docentes. Trabalhar com a educação integral exige dos professores envolvimento, organização, preparação para enfrentar os desafios e disposição de toda a equipe escolar.
Os professores têm o dever de orientar os alunos, mas nem sempre conseguem dar uma explicação individual para cada um, pois as salas de aula geralmente estão cheias e fica difícil atender separadamente a todos. O período integral pode contribuir no sentido de ajudar o professor nesse atendimento, no horário fora da aula regular, uma pessoa devidamente preparada pode ajudar aqueles alunos que possuem mais dificuldades na aprendizagem e os alunos poderiam assim, sanar suas dúvidas e obter melhores resultados.

                

10 comentários:

  1. Muito se discute se a adoção do ensino escolar de tempo integral ajudará a melhorar a educação no Brasil. A resposta é não. Isto devido a fraca estrutura educacional e ao desgaste dos jovens frente ao desinteressante modelo pedagógico atual.

    Segundo o IBGE a maioria das escolas brasileiras está com sua capacidade lotada e a falta de professores persiste sobre os alunos. Logo fica evidente que com a duplicação da carga horária agravará mais ainda estes problemas. Assim, além do inicial caos causado, tal medida iria onerar o cidadão com abusivos impostos e altíssimos gastos públicos.

    Porém, mesmo que tais sacrifícios fossem feitos, seria inútil com o atual modelo de ensino. Hoje a escola está se transformando em um depósito de mentes, onde o aluno fica preso com matérias desinteressantes e atividades improdutivas. Soma-se a isto os muitos professores mal preparados, o período integral transformaria a escola, portanto, em um castigo, quase uma prisão onde o jovem perderá o dia sob um sistema falido ao invés de poder praticar atividades que goste ou tenha vocação.

    Deste modo o período integral escolar não é solução. Na verdade é prejuízo à sociedade. Para melhorar a educação é preciso que o governo isente de impostos o ensino privado (atualmente de 30%) o que daria possibilidade para que este investisse mais e torna-se as mensalidades mais baratas. Também é preciso de bolsas para que os mais pobres atinjam o ensino privado, além de flexibilizar a regulamentação, permitindo ás escolas oferecerem aulas de conteúdo alternativo como música, teatro e outros. E assim, com o passar do tempo, terminar privatizando o sistema tal como no Japão, onde ricos e pobres tem acesso a boa educação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pontos positivos:

      - Defesa clara de um ponto de vista;
      - Fundamentação da argumentação por meio de exemplos e comparações;
      - Embora eu discorde da sua proposta de intervenção, ela foi muito bem construída, já que você mostrou dados e mostrou como ela poderia ser aplicada.

      Pontos a melhorar:
      - Você precisa estudar mais os usos da crase. Na segunda linha, por exemplo,você deveria ter escrito "devido à fraca estrutura educacional";
      - Quando você quiser retomar uma ideia discutida em períodos anteriores, use "isso", "desse" ou "esse", já que "isto", "disto" e "este" servem para antecipar algo que será dito;
      - Quando você iniciar um período com uma conjunção ou locução conjuntiva conclusiva, como "logo", "portanto" e "desse modo" coloque uma vírgula após a conjunção;
      - De um modo geral, os corretores de redação dos diversos vestibulares têm alguns preconceitos sobre os textos. Um desses preconceitos é o de parágrafos de extensões muito diversas, como aconteceu no seu texto. Muitos corretores iriam ver essa falta de uniformidade entre os parágrafos como um defeito, o que diminuiria a sua nota. Portanto, sugiro que você busque escrever parágrafos, especialmente no desenvolvimento de tamanhos semelhantes e evite deixar a conclusão como o maior parágrafo da sua redação.

      Nota final: 840
      Continue praticando e estude gramática para aumentar ainda mais a sua nota!

      Excluir
    2. Corrigindo dois erros no meu comentário:
      onde se lê "Um desses preconceitos é o de parágrafos de extensões muito diversas, como aconteceu no seu texto", leia-se: "Um desses preconceitos é o de que parágrafos de extensões muito diversas, como aconteceu no seu texto, é sinônimo de que o texto não foi bem planejado e de que o autor não organiza bem as suas ideias."
      E há vírgula após "desse modo".

      Excluir
  2. O ensino como meio de solução.

    A educação em tempo integral, já é realidade em muitas escolas particulares, chegando no ensino público em alguns estados como o Pernambuco, que ampliaram bastante nos últimos anos o número de escolas atendidas ao programa do governo nesse setor. Esse ano de 2014, sendo ano eleitoral, muitos candidatos estão fazendo a promessa da implantação do ensino publico integral em diversas instituições do território nacional, garantindo assim um meio de melhorias na rede de ensino do nosso país.

    Muitos fatores contribuem para o sucesso desse modelo proposto, pois atualmente os pais trabalham durante todo dia, sendo assim podendo deixar seus filhos na escola por mais tempo, isso traria sem dúvidas melhorias na condição de vida dessas famílias. Com uma carga horária maior de aulas, os alunos teriam mais acesso a diversas atividades proporcionando uma excelente formação socioeducacional, adquirindo melhores hábitos de estudos e leitura.

    Mas sabemos que também existem aspectos negativos, visto que em meio período a educação já sofre falta de recursos, professores e verbas do município e do estado. Os políticos teriam que fazer um grande investimento na educação para esse novo método de ensino realmente funcionar. Muitas atitudes mais simples ainda não foram feita, como construção de novas escolas, contratação de mais educadores, sendo fruto disso o Brasil ainda ter comparado com outras nações uma alta taxa de analfabetismo e de jovens que não terminaram o ensino fundamental e médio.

    Entretanto, esse ensino integral como desenvolvimento dos alunos, deve ser muito bem pensado e implantado de forma eficiente, sem sobrecarregá-los, proporcionando também atividades recreativas em meio ao incentivo aos esportes, músicas e idiomas. Muitos países que tem esse modelo apresentam sucesso nos resultados e proporciona uma melhoria na qualidade de vida das crianças, criando futuros profissionais mais preparados mais tarde para a vida, universidade e para o mercado de trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pontos positivos:
      - Discussão de vários aspectos do tema, principalmente com exemplos reais;

      Pontos a melhorar:
      - Nunca separe o sujeito do verbo por vírgula. Assim, a primeira vírgula do seu texto deve ser retirada;
      - Não está correto o artigo definido antes de "Pernambuco";
      - Como programa do governo é agente da passiva, utilize "pelo" em vez de "ao";
      - Você deveria ter escrito "Nesse" em vez de "Esse" no início do último período do primeiro parágrafo;
      - Sempre que intercalar uma ideia com expressões como "sem dúvida", você deve deixá-la entre vírgulas;
      - Revise o seu texto com atenção para evitar erros como "Muitas atitudes mais simples ainda não foram feita";
      - Evite o uso de "Entretanto" na sua conclusão, já que o uso dessa conjunção deixa implícito que você está contradizendo as ideias e argumentos apresentados anteriormente;
      - Na terceira pessoa do plural do presente do indicativo, o verbo ter precisa do acento diferencial. Assim, você deveria ter escrito "países que têm".
      - Seria fundamental, para o tema abordado na proposta, você apresentar uma proposta de intervenção de modo mais explícito.

      Nota final: 520
      Pratique mais a escrita e estude mais gramática para melhorar a sua nota.

      Excluir
  3. A melhor fase do desenvolvimento

    É fundamental a ampliação do ensino básico em tempo integral para alcançar a qualidade no ensino. Dos fatores relevantes destacam-se o desenvolvimento cognitivo e social dos alunos e a aproximação da família com a escola.

    Esta tese também era defendida pelo educador Paulo Freire e se referia a ela dizendo que a solução da educação no Brasil virá da pedagogia. Compreendendo a educação básica até o 5° ano, este é o melhor período educacional, onde os pequeninos encontram-se abertos ao conhecimento; é um período que se aprende brincando, tornando assim um campo propício ao aprendizado. Os profissionais desta faixa base são pedagogos formados, capazes de conduzir os jovenzinhos à socialização e à adquirir respeito pelas pessoas e pelo estudo, além de motivá-los para os anos que virão.

    Também, este período é marcado pela participação das famílias nos diversos projetos e apresentação do grupo escolar. A escola é marcada por um clima de animosidade e o desempenho dos alunos é notado nas Prova Brasil, cujo gráfico de desempenho está em aclive nas metas estipuladas pelo Saeb. Assim, a escola torna-se mais capacitada a desenvolver as qualidades, os dons e os saberes dos nossos alunos, incorporando arte, cultura e raciocínio na preparação para o mundo.

    Diante disto, encontra-se a importância da ampliação em tempo integral para coroar a qualidade de ensino básico no Brasil. Apesar do ensino integral virar promessas de campanhas que quase nunca se realizam é necessário que a população cobre do executivo tais promessas, conforme orienta a lei 12.034, desta forma acabaremos com o descaso da educação e aclamaremos ela, ao patamar merecido.

    ResponderExcluir
  4. Pontos positivos:

    - Defesa clara de um ponto de vista desde a introdução;
    - Utilização de exemplos que comprovam os seus argumentos;
    - Citação do argumento de autoridade, ao citar Paulo Freire;
    - Boa articulação entre as ideias e excelente organização textual.

    Pontos a melhorar:
    - Quando o pronome relativo "que" estiver com a função de adjunto adverbial, deve ser precedido de preposição. Assim, você deveria ter escrito "é um período em que se aprende brincando";
    - Não se usa sinal indicativo de crase antes de verbo. Dessa forma, é errado escrever "à adquirir";
    - Em vez de usar 'também" em início de parágrafo, prefira "ademais" ou escreva assim "Este período também é marcado";
    - Deixe de forma mais explícita a sua proposta de intervenção.

    Nota final: 900
    Parabéns!
    Estude gramática para conseguir uma nota ainda maior no ENEM.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Professor e parabéns por este blog e pelo seu trabalho...,a educação guanha força quando nos interessamos por ela.

    ResponderExcluir
  6. Sem dúvida, Lourival!
    Obrigado pelo elogio. Caso queira me ajudar, compartilhe o blog na sua timeline no facebook.
    Obrigado pelo Elogio!

    ResponderExcluir
  7. Todos as redações estão de parabéns mas agora eu que preciso de ajuda pra fazer um que eu não estou conseguindo ...me ajuda professor !!

    ResponderExcluir