Marcadores

quinta-feira, 5 de março de 2015

7 regras de uso da vírgula

              
               

(fonte da imagem: http://edusampaio.com/2013/10/04/virgula-antes-da-conjuncao-e/)

               A vírgula é um sinal de pontuação que costuma gerar muitas dúvidas. Alguns levantamentos feitos por bancas que corrigem vestibulares apontam que o uso inadequado desse sinal é o erro mais recorrente em redações. Empregá-la corretamente, contudo, não é tão difícil quanto parece. Suas regras de uso estão ligadas às relações estabelecidas entre constituintes sintáticos (sujeito, verbo, adjunto adverbial) ou entre orações. Apresentarei a seguir sete regras fundamentais para você compreender melhor o uso da vírgula.

1.     A vírgula não é usada para separar termos sintáticos que estabelecem diretamente uma ligação entre si.

Exemplos:

Sujeito e predicado

Maria e seus melhores amigos de infância      organizaram um churrasco.
                    Sujeito                                                           Predicado

Núcleo nominal (nome) e adjunto adnominal

A                         atitude                       da população  surpreendeu os políticos.
Adj.                 Núcleo nominal              Adj.
adnominal                                               adnominal

Núcleo nominal (nome) e complemento nominal

Eu perdi o medo                             da chuva.
             Núcleo nominal      Complemento nominal


Adjunto adverbial e complemento nominal

Agiremos favoravelmente                          ao réu?        
                 Adj. Adverbial                        Complemento nominal

Verbo e objeto

Eu ainda gosto         de você
                VTI                OI

2.     Usa-se a vírgula para separar orações coordenadas sindéticas iniciadas por conjunções conclusivas, adversativas, explicativas e alternativas.

Exemplos:

André escreveu cachorro com “x”, logo precisa estudar mais.

Estou cansado, mas estudarei um pouco mais.

Machado de Assis é um autor muito prestigiado, pois escreveu romances que marcaram a nossa literatura.

Você vai passar o dia à toa, ou lerá um livro decente?

Observação: a vírgula não é utilizada para separar orações coordenadas sindéticas aditivas ligadas pela conjunção “e”, salvo quando os sujeitos forem diferentes ou quando a conjunção “e” aparece repetidas vezes.

Exemplos:

Eu fechei a boca e emagreci.

Ela foi demitida, e eu fui promovido.
Suj.                        suj

Corria todos os dias, e tocava violão com frequência, e estudava à noite.

3.     A vírgula é empregada para separar conjunções intercaladas.

Exemplos:

Ela está com febre há 3 dias. Devemos, portanto, levá-la ao hospital.
Não sinto mais dores. É fundamental, entretanto, continuar tomando a medicação.

4.     Indicar o deslocamento do adjunto adverbial, principalmente para o início da oração.

Exemplos:

Na primeira semana do próximo mês, receberei o meu pagamento.
Adjunto adverbial de tempo

Na capital do Brasil,                     há muitos servidores públicos.
Adjunto adverbial de lugar

Observação: a vírgula é facultativa quando o adjunto adverbial é curto, principalmente quando é constituído por apenas uma palavra.

Exemplo:

Hoje eu irei ao cinema.

5.     A vírgula é utilizada para separar a oração subordinada adverbial que ocorre no início do período, isto é, antes da oração principal. Quando a oração subordinada adverbial vem após a principal, a vírgula é facultativa.

Exemplos:

Quando eu tive diarreia,          ela me ajudou bastante.
Oração subordinada                  Oração principal
adverbial temporal

Ela me ajudou bastante, quando eu tive diarreia.

Ela me ajudou bastante quando eu tive diarreia.

6.     A vírgula delimita expressões (como inclusive, isto é, ou seja e em suma) e orações intercaladas.

Exemplos:

Nunca protegi aquele bandido. Eu, inclusive, fui o primeiro a denunciá-lo.

– E a Márcia, perguntei eu, vai chegar atrasada?

7.     A vírgula é empregada para isolar o aposto e o vocativo.

Exemplos:

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente do Brasil, costuma criticar o atual governo.
                                                                Aposto
Volte logo para casa, Pedro!
                                 Vocativo

Em breve farei alguns exercícios para vocês praticarem.

Um abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário