Marcadores

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Proposta de redação sobre os impactos da depressão para sociedade brasileira do século XXI

(fonte da imagem: http://www.shutterstock.com/cat.mhtml?autocomplete_id=&language=pt&lang=pt&search_source=&safesearch=1&version=llv1&searchterm=depress%C3%A3o&media_type=images&page=1&inline=167694629)



Com base na leitura dos textos motivadores a seguir e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema OS IMPACTOS DA DEPRESSÃO PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA DO SÉCULO XXI, apresentando proposta de intervenção social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

As três primeiras redações postadas nos comentários serão corrigidas GRATUITAMENTE.

Para terem uma compreensão mais profunda sobre o problema, leiam os textos motivadores a seguir.

http://brasil.elpais.com/brasil/2014/04/04/sociedad/1396624915_996256.html

http://brasil.elpais.com/brasil/2015/06/01/ciencia/1433181893_565682.html

http://brasil.elpais.com/brasil/2014/06/01/opinion/1401657357_559577.html

http://brasil.elpais.com/brasil/2015/07/08/internacional/1436381915_244367.html

17 comentários:

  1. Depressão e saúde mental
    Hodiernamente, é visto na sociedade civil a discussão acerca das manifestações clínicas e mentais do indivíduos sobre o estado subversivo da doença do século XXI:a depressão.Assédio,stress e excesso de trabalho são as principais causas para esse "estado de natureza" uma vez que corrompe integralmente o ser social, além de provocar em alguns casos á loucura.Desse modo, é inevitável buscar soluções e estratégias para intervir nesse significativo problema social.
    Em primeiro plano,deve-se atentar para a falta de agentes na área da saúde, o que pode agravar paulatinamente a essa problemática.A depressão sendo um distúrbio psíquico,crônico e estrutural tornou-se recorrente na organização social, perpassando a humanidade ao longo de sua história.Com efeitos sintomáticos a depressão apresenta-se comumente em crianças,adolescentes e adultos no mundo.A carência de psicólogos,neurologistas e até mesmo de assistentes sociais no Sistema Único de Saúde(SUS),provoca a ineficácia em combater esta doença.
    Além disso, é essencial discernir aos perigos que esta doença pode ocasionar para a saúde do cidadão civil.Estado de monotonia,privação social e descontrole das ações são sintomas deste distúrbio.Tendo em vista a uma gama de pesquisas cientificas relacionadas á esse desequilíbrio, á falta de tratamento para este agravante pode levar o individuo á morte.É essencial o diagnóstico a curto prazo,contribuindo para salutar a saúde dessas pessoas.
    Torna-se evidente, portanto, que a depressão tornou-se uma pandemia e que enquanto não exista uma cura é necessário buscar melhorias que efetuem de maneira significativa em beneficio da saúde do individuo.Cabe,portanto, ao governo melhorar e aumentar vagas nos cursos na área da saúde,além de incentivar em pesquisas que beneficiem a saúde mental do indivíduos que sofram deste distúrbio.A importância da família, instituição social mais básica,célula-mater da sociedade em ajudar familiares que estejam nesse estado desvirtuoso e problemático é em suma fundamental,pois auxilia as relações sociais além de demonstrar o amor pelo próximo, afeto este que está sendo deturpado na sociedade atual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - Você escreve muito bem e tem potencial para tirar nota mil. Contudo, precisa estudar um pouco mais as regras de regência e os usos do sinal indicativo de crase. Em "provocar em alguns casos á loucura", por exemplo, você usou o sinal indicativo de crase equivocadamente, pois o verbo "provocar" é transitivo direto e, consequentemente não pede preposição. Ademais, o sinal é virado para o outro lado, sendo "à" em vez de "á".
      Nota final: 960

      Excluir
    2. - Escreva "estresse" em vez de "stress".

      Excluir
  2. A depressão é uma doença mental que, patologicamente, consiste em alguns sintomas típicos, como profunda tristeza, irritabilidade e baixa autoestima.
    Não é raro vermos casos de depressão nos mais variados espaços da sociedade, entretanto, identificá-los é mais difícil, pois além de ser uma doença sorrateira, os sintomas são comumente confundidos com estresses causados pela correria do cotidiano. Exemplo disso é que pessoas com distúrbios podem ser confundidas com pessoas consumistas, segundo pesquisas.
    Além complicada de ser reconhecida, muitos fatores influenciam em sintomas parecidos e não sabemos se a pessoa que convive conosco está, ou não precisando de ajuda médica.
    A doença afeta a humanidade ao longo de sua história e, contemporaneamente, tem afetado um expressivo número da população mundial, cujas conseqüências são graves, levando o doente ao suicídio e embora não haja cura, há tratamentos que podem amenizá-la. Atualmente existem até métodos de treinar o cérebro a ser feliz, como o da meditação , compaixão e altruísmo, do monge francês e doutor em biologia celular,Ricard
    Em suma, não necessitamos diagnosticar a doença, porque acabaríamos cometendo erros. O ideal sabermos ser gentis e amigáveis com as pessoas, pois no mundo está cheio de gente ao nosso lado que passa por problemas que sequer imaginamos e que só precisam de apoio, desabar. Assim, talvez possamos auxiliar ao nosso próximo a procurar uma ajuda especializada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - O seu terceiro parágrafo poderia ser reescrito desta forma: "Devido às semelhanças entre os sintomas da depressão e de outras doenças, as pessoas têm grande dificuldades de diagnosticar esse distúrbio em amigos e familiares, o que pode comprometer o tratamento e a compreensão da doença". Na verdade, esse parágrafo poderia ser excluído do texto, pois repete o que foi dito no anterior;
      - Estude os usos do pronome relativo "cujo", pois você o empregou inadequadamente no quarto parágrafo;
      - Fique atento à ligação adequada entre as suas ideias. No segundo período da conclusão, por exemplo, você deveria ter escrito "O ideal é sabermos ser gentis e amigáveis com as pessoas";
      - Você poderia incrementar a sua proposta de intervenção defendendo alguma ação de agentes mais poderosos, como o governo e a classe médica;
      - Você está melhorando. Para melhorar sugiro que você leia artigos de opinião em jornais virtuais para compreender melhor como as ideias podem ser apresentadas de forma mais coesa e objetiva.
      Nota final: 660

      -

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Depressão: o mal do século.
    A tempos a depressão deixou de ser uma doença das classes de maior poder aquisitivo, atualmente, atinge todas as facetas da sociedade. A dificuldade para assumir e reconhecer a doença só tende a aumentar a incidência e o surgimento de novos casos dessas doença.

    A spa, síndrome do pensamento acelerado, é uma das principais causas para que a depressão ocorra. Pois, o indivíduo que não foi educado para lidar e cuidar de seus pensamentos e sentimentos, se vê domado por umas simples idéia, e logo permite que ela tome conta do seu dia a dia. O preconceito torna esse problema mais agravante, pois muitos temem se expressar e ser considerados como uma pessoa "fresca" ou louca.

    Assim como qualquer outra doença, a depressão acompanha o doente. Logo, quando uma pessoa que possua esse transtorno emocional estiver em seu local de trabalho, poderá sofrer crises. O que pode vir a agravar ainda mais o problema, pois a depender do decorrer do tempo, o desempenho poderá ser afetado e o expediente ser inviável, promovendo a demissão dessa pessoa.

    Outras doenças também poderão surgir decorrente da depressão. O stresse e a falta de entusiasmo pelas coisas faz com que a pessoa abandone a atividade física e descuide da sua alimentação. Logo, a sua saúde estará ameaçada, comprometendo sua qualidade de vida e diminuindo as chances de tratamento dessa doença.

    Para evitar que a sociedade se contamine ainda mais com essa epidemia da depressão deve-se investir em publicidade e acompanhamento psicológico. o governo deverá criar propagandas incentivando o diagnóstico da doença, assim como amparar o cidadão com o tratamento necessário realizado por uma equipe de qualidade e da área.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. - Quando indicar tempo decorrido, usa-se "Há tempos";
      - Revise o seu texto com atenção para não cometer erros simples de concordância, como "umas simples ideia";
      - Escreva "estresse" em vez de "stress";
      - Na proposta de intervenção, você precisa ser mais específico. Você deveria, por exemplo, especificar como seria composta a equipe da área.

      Nota final: 760

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. No que se refere ao impacto da depressão na sociedade brasileira no século XXI, pode-se perceber que grande parte das pessoas que apresentam esses sintomas de angustia são as que chama-se de solitárias, tendo em vista que, indivíduos sofredores dessa intervenção de problemas ficam deprimidos em consonância com a falta de respeito das pessoas com tamanha tristeza.

    Relativo aos membros sofredores dessa grande intervenção, é possível afirmar que em pleno século em que estamos vivendo, maior parte desses mesmos sentem-se sozinhas e mais atraído pela doença tendo o convívio do estresse diário, visto que, a falta de comunicação ou até mesmo a distração mental, por via celular, computadores, revistas, redes sociais de alguma forma não deixaria esses indivíduos tão solitários.

    Outro aspecto a ser considerado é a falta de respeito da sociedade brasileira voltada para essa crise presente na vida dessas pessoas. Os aspectos inflacionários dessa questão é extraordinário, onde á privacidade social e o desequilíbrio da saúde é a falta de educação e estrutura de um grupo de pessoas responsáveis por os mesmos.

    Tendo em vista que, portanto, a situação dessas pessoas tende a piorar se não for tomada uma decisão obrigatória e sem questionamento a respeito ao aspecto da doença. Sendo assim, o governo deve tomar posição e abrir mais vagas em diversas áreas de profissionais que tornem a ajudar essas pessoas, tais como pedagogos e entre outros, para que entrem em ação para auxiliar e acabar com essa ilusão causal na mente dessas pessoas.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. A depressão é um problema de saúde pública, e apesar de ser uma doença milenar é considerado o mal do século XXI. Mas o que é depressão? De maneira geral, a depressão é a tristeza que não passa, e que muitas vezes parece não ter um motivo definido. Quimicamente, a depressão é causada por um defeito nos neurotransmissores responsáveis pela produção de hormônios como a serotonina e endorfina, que nos dão a sensação de conforto, prazer e bem-estar. Quando há algum problema nesses neurotransmissores, a pessoa começa a apresentar sintomas como desânimo, tristeza, autoflagelação, perda do interesse sexual, falta de energia para atividades simples, perca ou aumento de peso e de apetite, insônia, entre outros.
    Essa doença tem origens genéticas ou pode ser desenvolvida durante a vida. E apesar de ser psíquica ela é refletida fisicamente.
    Vários são os motivos que faz com que a depressão esteja tão presente na realidade atual. A correria do dia-a-dia, as múltiplas tarefas que devem ser exercidas e principalmente a busca por status contribuem bastante para o desenvolvimento desta doença. Outro fator considerado pelos especialistas é o uso prolongado de eletrônicos. Este pode desenvolver dependência, insônia, estresse, afastando as pessoas do convívio social e de tarefas saudáveis como caminhar, andar de bicicleta ou um simples happy hour com os amigos.
    O primeiro grande passo para a cura é saber e admitir que se esteja doente e procurar ajuda. Como toda doença a depressão deve ser levada a sério e tratada, pois seus sintomas podem ser avassaladores afastando a pessoa do trabalho, afetando o convívio familiar e isolando cada vez mais o doente.
    A depressão é uma das principais causas de afastamento no trabalho. No primeiro semestre de 2008, foram 2.279 casos de auxílio-doença concedidos no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). E segundo dados divulgados pela Federação Mundial para a Saúde Mental (FMSM) apontam que pessoas com depressão demoram, em média, mais de 11 meses para procurar um médico. Para piorar, o diagnóstico definitivo de depressão, em geral, só é confirmado após cinco consultas. Tudo isso acaba atrasando ainda mais o tratamento e, principalmente, a recuperação.
    Esta doença é seria, tem sintomas dolorosos, esta presente em todas as idades, classes sociais e religiões. E o índice de pessoas que sofre com este mal esta aumentando cada vez mais. Então o que pode ser feito é prevenir com ações simples, tais como alimentação saudável, caminhadas, sair com amigos, se desligar do mundo virtual, deixar o profissionalismo, a turbulência dos compromissos, a busca por status e o consumismo de lado e tirar um tempo para ser feliz fazendo coisas que você realmente gosta, com pessoas que te faz bem em um lugar agradável.
    Portanto depressão tem cura, mas tem que ser tratada, e o ponto de partida têm que vir do doente. Então se você sente que alguma coisa está fora do normal procure ajuda. Ou até se um ente querido, amigo ou qualquer pessoa próxima apresenta sintomas cabe alertá-lo. Pois a pessoa pode estar tão sem auto-estima, sem vontade de viver que não tem coragem, nem vontade de procurar uma cura.

    ResponderExcluir
  12. Tema : Depressão: doença do século 21
    É indiscutível que a depressão se tornou um problema de saúde mundial. Muitas pessoas sofrem com essa doença, mas pelo falta de conhecimento sobre o mesmo, acabam não conseguindo indetifica-la.
    A depressão é a causa de um problema nos neurotransmissores responsáveis por nós dar sensação de prazer, bem-estar e conforto, deixando o indivíduo irritado, ancioso, desanimado,sem interesse por tudo, mas pela falta de conhecimento sobre o assunto, muitos confundem a doença com preguiça, cansaço e desânimo, por isso temos que ficar atentos aos seus sintomas e buscar tratamentos, pois a doença pode chegar em seu estágio avançado, levando o doente a prática de suicídio.
    Além disso, a depressão pode surgir em qualquer momento da vida, seja na frase da infância até a velhice, muitas vezes motivada por seu psicológico, tendo que se tratado juntamente com a doença, evitando que prevaleça novamente.
    Dessa forma, é necessário que as pessoas busquem mais conhecimento sobre a depressão para conseguir idenficala, e que os doentes junto com a ajuda da família, tratamentos que combatam esse mal.

    ResponderExcluir